Arquivo da categoria: info

3 erros comuns que homens cometem ao se vestir

Primeiramente vale ressaltar que essas dicas são baseadas em nossas descobertas ao longo do tempo e não necessariamente significa que você deve segui-las 100%, apesar de eu encorajar que sim… Enfim, vamos ao que interessa.

1- Dobrar a manga de sua camisa de qualquer maneira

Um erro muito comum são aquelas pessoas que simplesmente desabotoam a manga e dobram a mesma até o cotovelo. Qual o problema disso? Primeiramente, sua dobra vai ficar bagunçada e parecer que você acabou de sair daquele casamento às 4 horas da manhã totalmente embriagado com a gravata na testa…, além de que a manga irá ficar querendo voltar para seu estado natural, e você terá que ficar levantando ela o DIA TODO, sim o DIA TODO, ou a noite. Bom, o que você deve fazer então? Tira o botão da manga, (meio óbvio) e dobre até um pouco abaixo do seu cotovelo, depois é só dobrar mais uma vez dessa vez acima do cotovelo, que a manga vai ficar bem firme e estilosa. Vale ressaltar ainda, não faça isso de maneira desleixada deixando tudo amarrotado, faça com cuidado de maneira que não fiquem marcas na área dobrada. Deem uma conferida nesse vídeo abaixo:

 

 

2- Usar óculos escuros dentro de locais fechados

Tudo bem, você deve estar pensando… E se eu estiver andando na rua e preciso pegar o metro e vou logo sair de novo num local completamente ensolarado, porque eu vou tirar meus óculos durante esse trajeto? Realmente é muito esforço… Porem um erro muito comum são as pessoas que continuam utilizando óculos escuros dentro de locais totalmente fechados. Os óculos escuros foram feitos por uma razão específica, proteger seus olhos contra o sol. Eu sei, você fica mais atraente usando eles… O problema é que ao invés de passar essa sua atratividade (essa palavra existe?), você só irá parecer try hard, querendo ser o diferentão do local. Olha o que o Instituto de Moléstias Oculares diz sobre o assunto, clique aqui.

oculos escuros em ambiente fechado

3- Usar apenas tênis

Sim, eu sei tênis são ótimos e fazem você se sentir totalmente confortável e estiloso ao mesmo tempo. O problema não é usar tênis, mas simplesmente só usar tênis. Se isso acontece você está perdendo a oportunidade de usar uma quantidade imensa de outros tipos de calçados que com certeza irão dar um up no seu estilo em diferentes ocasiões, além de mostrar que você tem uma variedade de estilos e entende e se preocupa com seu look. Alguns exemplos são sapatos de couro, botas, sapa tênis, entre outros.

Enfim, essas são apenas algumas das dicas que nós da Kurd estamos trazendo para você, caso queira continuar por dentro dessas novidades não esquece de seguir nosso Blog, Instagram e Pinterest com mais dicas.

Como funciona uma carta de crédito

banco1

Ter seu próprio imóvel, conquistar a independência com um carro ou moto, adquirir um terreno, enfim.

Estes são os sonhos de muitas pessoas, não importa sua condição financeira, você provavelmente já considerou algum destes pensamentos, dentre outros em relação a aquisição de algum bem.

Embora muitos ainda sonhem com isso, poucos conseguem ter o dinheiro ou arriscam um financiamento para comprar o tão desejado bem.

O Financiamento

Um financiamento pode ser uma escolha óbvia para aqueles que não possuem o dinheiro na mão e são correntistas de um determinado banco, o que facilita a aprovação deste financiamento, o problema de um financiamento é que os juros cobrados são extremamente altos, beirando o abuso em alguns casos (não são poucos os casos sendo avaliados pela justiça sobre juros abusivos).

Devido a facilidade do crédito, a pessoa tende a realizar o financiamento sem antes pensar em como irá realizar os pagamentos mensais com os juros altíssimos, desnecessário dizer que daí ocorre a inadimplência e abola de neve de uma crise de finanças pessoais aumenta a cada mês. Outro fator que contribui negativamente na hora de adquirir um financiamento é em relação ao bem adquirido, que ao fim do pagamento do financiamento (onde em alguns casos você chega a pagar 50% a mais do valor inicial do bem) o bem adquirido pode não estar mais valendo aquele valor pago, e daí você sente como se tivesse jogado dinheiro pela janela.

Assim sendo, o financiamento é uma forma que descartamos na hora de adquirir um certo bem. Mas qual seria a alternativa caso a pessoa não tenha o dinheiro para comprar o que deseja à vista? A resposta é simples, um consórcio. Que lhe garante uma carta de crédito para utilizar da forma que achar melhor ao ser contemplado.

Na verdade o consórcio funciona de uma forma relativamente simples, onde um grupo de indivíduos com o objetivo de adquirir determinado bem é reunido através de uma entidade de crédito (geralmente um banco) para realizar o pagamento parcelado deste bem, estas parcelas possuem um valor fixo inicialmente, mas que pode ser reajustado de acordo com o valor de mercado daquele determinado bem.

imóvel1

Os bancos e administradoras de consórcio geralmente possuem um determinado de pessoas para que haja o chamado ‘fechamento do grupo’, onde caso este número não seja alcançado o consórcio não é realizado. Estas pessoas conseguem obter a carta de crédito para aquisição do bem ao fim do consórcio, ou ao longo do consórcio com os chamados ‘sorteios’ e/ou ‘lances’.

A carta de crédito é dada automaticamente quando a pessoa quita suas parcelas com o banco ou administradora

do consórcio, sem maiores problemas, e a utiliza para adquirir o bem à qual o consórcio foi iniciado. Durante os pagamentos do consórcio, geralmente a cada mês ocorre um sorteio onde um dos participantes é contemplado com a carta de crédito, para que isto ocorra basta que a pessoa esteja em dia com seus pagamentos. Este sorteio de contemplação pode ser para uma pessoa do grupo, mas em consórcios organizados por algumas administradoras e bancos pode ocorrer o sorteio para mais de uma pessoa. Já o chamado ‘lance’ é a entrega da carta de crédito para a pessoa do grupo que, como o próprio nome propõe, der o maior lance mensal para que a carta de crédito seja sua. As pessoas dão os lances ‘às cegas’, e cabe ao banco, ou administradora informar quem deu o maior lance para adquirir a carta de crédito.

Mas afinal, o que é a carta de crédito?

A carta de crédito é emitida pelo banco ou administradora do consórcio, no valor do bem para a qual o consórcio foi realizado, para que a pessoa contemplada possa utilizá-la para adquirir aquele determinado bem. Porém, na verdade, muitos consórcios emitem a carta de crédito no valor de mercado do bem para que a pessoa compre, ou não aquilo pela qual o consórcio foi originalmente destinado.

Por exemplo, você adquiriu uma carta de crédito para compra de um terreno e com o seu valor é possível adquirirautomóvel1 um automóvel que você deseja, neste caso, caso o banco permita, você pode utilizar sua carta de crédito para comprar o carro. Na verdade, existem pessoas que até compram cartas de crédito para que possa utilizar da forma que desejar. A venda de carta de crédito não impõe nenhum problema para nenhuma das partes e pode ser realizada por intermédio do banco. Através dela você possui a condição de compra do bem, sem ter de recorrer a qualquer tipo de financiamento, pois durante o consórcio você pagou o preço de mercado daquele bem a ser adquirido (imóvel, automóvel, caminhão, motocicletas, e até eletrodomésticos, em alguns casos).

embora exista uma grande oferta para cartas de crédito, é de extrema importância que você verifique quem é a administradora e/ou o banco que emitiu a carta de crédito. Infelizmente existem oportunistas no mercado tentando tirar vantagem de pessoas que não fazer a devida verificação da origem da carta de crédito. A grande maioria das instituições de crédito mais respeitadas do mercado oferecem a modalidade de consórcio, seja para seus correntistas ou para outras pessoas que não possuem conta naquela entidade.

O fato de buscar a carta de crédito em um banco confiável já é garantia de que você não sofrerá nenhum tipo de perda ou problema ao longo do consórcio para obter sua carta de crédito. Quando a instituição administrador possui problemas, pode acabar por deixar os participantes do consórcio com um grande prejuízo, pois pode vir á falência e acabando por não poder ressarcir as partes envolvidas. Visite o banco de sua preferência e busque mais informações acerca de consórcio e cartas de crédito, existem muitos outros fatores a serem considerados na aquisição e o gerente de seu banco, ou o especialista neste tipo de investimento, possui todas as informações pertinentes. Além disso tenho a certeza de que lhe atenderão com o maior prazer para lhes mostrar o quão economicamente benéfico é uma carta de crédito, principalmente em tempos de economia estagnada, como agora. Quem possui um investimento certamente está garantindo um futuro melhor.